fbpx

Como é feito o cálculo da indenização sobre perda total do veículo?

seguro de carro

A cobertura sobre perda total do veículo está presente em quase todos os tipos de seguro auto do país.

Muitas pessoas contratam a cobertura sobre perda total para ter maior tranquilidade ao transitar com seus automóveis.

Mas nem todo mundo entende como é calculada a indenização sobre a perda total do veículo. E se você é uma das pessoas que ainda está por fora desse cálculo, descubra abaixo como ele funciona.

Perda total ou indenização integral: como é calculada?

Antes é preciso salientar que um veículo só sofre perda total quando o prejuízo é igual ou superior a 75% do valor do mesmo.

Esse tipo de prejuízo é comum em alguns tipos de acidentes ou em caso de roubo ou furto qualificado do veículo.

Nesse caso, o proprietário do veículo deve optar por uma dentre duas formas de contratação: 

  • Modalidade com valor de mercado referenciado.
  • Modalidade de valor determinado.

Modalidade de valor de mercado referenciado

Nesse caso, quando o sinistro ocorrido provocou a perda total do veículo, a indenização deve ser integral.

O valor dessa indenização é consultado na tabela de avaliação de veículos, ou tabela de referência. Essa tabela se encontra definida na apólice do seguro.

Como é proibida a utilização de tabelas desenvolvidas pelas próprias seguradoras, a maioria utiliza a tabela Fipe, desenvolvida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

Ao fechar o contrato com a seguradora, você tem a opção de escolher uma espécie de fator de ajuste. Esse fator é um percentual que será aplicado sobre o valor referenciado na tabela.

O ponto principal desse recurso é equilibrar o valor da tabela ao valor de mercado real do seu veículo. Também são levadas em consideração características do carro, como por exemplo, estado de conservação e localização.

Vamos imaginar que seu carro esteja referenciado na tabela Fipe em um valor de R$20 mil reais. Você analisou seu estado de conservação e acha que contratar o seguro no valor de R$22 mil reais é a melhor opção. Nesse caso, o fator de reajuste aplicado é de 110%.

Mas é preciso destacar que o processo é um pouco diferente quando falamos de carros zero quilômetro.

Quem compra um carro zero e contrata um seguro auto com valor de mercado referenciado segue outra linha de ação.

Caso o motorista sofra sinistro ocasionando perda total do veículo segurado no prazo de até 90 dias após a contratação do seguro, a indenização é com valor referente a um veículo zero quilômetro.

Se o sinistro ocorreu após esse prazo de 90 dias, o valor de referenciação será de um veículo usado, de mesmo modelo e ano.

Modalidade de valor determinado

Nesse caso, a indenização pode ser aplicada tanto para danos com perda parcial do veículo, quanto para danos com perda total do veículo.

No caso de perda parcial deve haver o pagamento da franquia.

Quando a perda do veículo é total e o proprietário contratou a modalidade de valor determinado, a indenização é uma quantia previamente estipulada. Essa quantia é fixa e deve estar determinada na apólice do seguro.

A modalidade de valor determinado é praticada com ressalvas pelas seguradoras. Em geral, as seguradoras determinam limites para os valores segurados.

Caso o veículo sofra roubo ou furto qualificado, e seja recuperado antes do pagamento da indenização, o proprietário recebe o veículo de volta.

Nesse caso, havendo danos o seguro cobre os custos de reparo.

Quais as opções de cobertura que oferecem indenização integral?

​Caso você esteja interessado em contratar uma cobertura de seguro para perda total, há quatro opções disponíveis no mercado.

Escolha de acordo com a sua necessidade. São elas:

  • Cobertura do tipo compreensiva e com valor de mercado referenciado.
  • Cobertura do tipo compreensiva e com valor determinado.
  • Cobertura contra roubo, furto e incêndio, com valor de mercado referenciado.
  • Cobertura contra roubo, furto e incêndio, com valor determinado.

E você, está esperando o que para contratar seu seguro auto?

No artigo de hoje, você descobriu como é feito o cálculo da indenização sobre perda total do veículo.

Apesar de muitas pessoas não entenderem muito bem o assunto, isso é muito importante! Já que conhecer como funciona um seguro antes de contratá-lo pode te ajudar a escolher o melhor para você.

Agora que você já sabe tudo isso, não deixe para amanhã a precaução que você pode tomar hoje!

Entre em contato conosco da Lex Corretora de Seguros e peça já sua cotação de Seguro Auto.

Deixe uma resposta

ajax-loader
Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: